Pela defesa do respeito à liberdade

FRASES DA SEMANA

Existem -1 frases.

As dificuldades que a mulher enfrenta no mundo por causa dos costumes religiosos têm muito a ver com a hermenêutica [interpretação] dos textos sagrados, prioritariamente masculinos. (21/7/2014)

As cesarianas desnecessárias acontecem por uma série de razões, como conveniência, medo de ser processado (por parte dos médicos), medo do parto normal (por parte das mulheres), falta de conhecimento sobre a fisiologia do parto por parte dos médicos e dos pais que não entendem os grandes benefícios de um parto natural como, por exemplo, em relação à segurança e à saúde física e mental. (14/5/2014)

As mulheres são tratadas tão mal aqui que isso deveria ser olhado como uma questão catastrófica dos direitos humanos. Os castigos corporais, os casamentos infantis, os sequestros, são todos problemas reais que muitas mulheres afegãs temem legitimamente. As violações que as mulheres afegãs enfrentam é uma questão global e que precisa de atenção. (28/4/2014)

Nós temos uma maior proporção de partos cesarianos em relação aos partos normais. De fato, de acordo com a recomendação da OMS, aproximadamente 15% dos partos deveriam ser cesarianos. No caso do SUS, mais de 30% dos partos são cesáreas, e a situação é ainda mais alarmante no caso do setor privado, que faz muito mais partos por cesariana do que o SUS. (17/4/2014)

É um tempo de reconhecimento e de criação de futuro para os afrodescendentes e deveria ser uma das ações prioritárias das Nações Unidas (8/4/2014)

Entre os avanços do Consenso de Montevidéu, podemos destacar a inclusão de referências diretas aos direitos sexuais; o reconhecimento da população LGBT como sujeito de direitos; direitos e políticas públicas de juventude e a inclusão de um bloco específico sobre afrodescendentes e combate ao racismo e a descriminação racial. (8/4/2014)

O Programa de Ação para os próximos 20 anos deve ser o mais amplo e diversificado possível para refletir a diversidade da demografia mundial, de modo a refletir a diversidade da vida e do desenvolvimento em nações em todo o mundo. (7/4/2014)

O Programa de Ação traçou um curso que realmente reuniu os dois aspectos do desenvolvimento que estamos discutindo hoje: o progresso humano e de sustentabilidade. Menos mulheres estão morrendo na gravidez e no parto. A mortalidade materna em todo o mundo caiu quase pela metade entre 1990 e 2010. (7/4/2014)

Aborto é velho como o mundo, a mulher na sua solidão, inevitavelmente tem de enfrentar com este problema. Para nós, a legalização do aborto e os métodos de contracepção, o trabalho psicológico, significam uma maneira de perder menos. Aqui a mulher não vai diretamente a uma clínica para fazer aborto, isto era na época em que era clandestino. Passa pelo psicólogo, depois é bem atendida. (21/3/2014)

O que aprendi nesses anos todos: é preciso participar para conquistar espaço. Se eu tivesse ficado em casa, estaria até agora de braços cruzados, talvez fazendo tricô e casada com outro cara. Mas não consigo ver a vida da mulher isolada, partida da política. Hoje é relativamente mais ‘fácil’ ser mulher no Brasil, mas há muitos espaços a ganhar. A vida é construir, conquistar, pulsar. Para mim, a vida é luta. (10/3/2014)


Páginas:

ASSUNTOS MAIS PROCURADOS

JUNTE-SE A NÓS

SAIBA MAIS