Pela defesa do respeito à liberdade

QUEM SOMOS - HISTÓRICO

A CCR – Comissão de Cidadania e Reprodução é uma entidade civil de âmbito nacional e sem fins lucrativos que tem o objetivo de promover e defender os direitos reprodutivos segundo os princípios das Declarações da ONU, em especial aqueles da Convenção pela Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher. Sua principal meta é a defesa do respeito à liberdade e à dignidade da população brasileira no campo da sexualidade e da reprodução.

Fundada em 1991, a CCR, sediada em São Paulo, no Cebrap – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, reúne profissionais das áreas de ciências sociais, médicas, humanas e jurídicas e incide sobre as realidades nacionais, produzindo informação e gerando subsídios para a atuação de movimentos sociais e a formulação e monitoramento de políticas públicas.

Através da realização de pesquisas, do desenvolvimento de metodologias inovadoras de atuação e pela produção de conhecimento e de debates, a CCR potencializa o pensamento estratégico e o fluxo de informações entre diferentes segmentos da sociedade.

Quer, assim, manter diálogo permanente e dinâmico com a sociedade em geral, com as instituições governamentais e não-governamentais, com acadêmicos, com os movimentos sociais e com a mídia. A CCR busca, ainda, incidir sobre as ações dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo no Brasil, nas esferas nacional, estadual e municipal. 

Mídia

O olhar analítico sobre a mídia, aliado à busca constante do contato com a imprensa, sempre foi um eixo norteador das ações da CCR. O trabalho com os principais meios de comunicação é de fundamental importância para a entidade,desde a divulgação de informações, à publicação em diferentes veículos de artigos assinados por membros do conselho diretor. Além disso, os especialistas da organização estão sempre disponíveis para conversar com os jornalistas e são fontes fidedignas para a apuração de matérias.

A CCR tem todo o interesse de manter aberto um canal para a discussão com toda a sociedade e se preocupa em bem informar sobre o panorama atual dos direitos sexuais e reprodutivos no Brasil e no mundo. No site da instituição, www.ccr.org.br, no ar desde 1998, são publicados notícias, matérias, artigos, dossiês, textos e pesquisas, além de declarações, opiniões, entrevistas e depoimentos de especialistas (em texto e em vídeo), numa cobertura acurada e completa sobre o campo.

Ações

Seminários
Fomentando a reflexão e criando novos espaços de debate entre acadêmicos e ativistas, a CCR promove, desde 1991, encontros e seminários – alguns, inclusive, em parceria com instituições nacionais e internacionais. Nestes eventos, seus integrantes têm a oportunidade de discutir questões e elaborar estratégias para a promoção e defesa dos direitos sexuais e reprodutivos. O Ciclo de Debates, lançado em 2008 sob o título “Democracia, Estado Laico e Direitos Humanos” é um exemplo deste tipo de iniciativa da CCR.

Publicações

Além da realização de eventos, a CCR publica estudos, dossiês e pesquisas relacionados ao campo. De 1996 a 2001, com apoio financeiro da Fundação Ford, publicou o boletim Olhar sobre a Mídia e, em 2002, o livro, com o mesmo título, incluindo as análises dos resultados do monitoramento da publicação de matérias sobre sexualidade e reprodução pela imprensa nacional. Na década de 90, entre outros, lançou a coletânea Políticas, mercado, ética: demandas e desafios no campo da saúde reprodutiva e a Série Debates, que discutia assuntos relacionados aos direitos reprodutivos na época.

Opinião Pública

A partir de 1994, numa ação precursora no Brasil entre os atores políticos que promovem a cidadania na esfera da sexualidade e da reprodução, a CCR passa a realizar e promover pesquisas de opinião pública com o suporte de reconhecidos institutos do país (Datafolha, Ibope). A pesquisa “Sobre a questão do Aborto no Brasil”, por exemplo, realizada em 2003 com o apoio financeiro da IWHC – International Women’s Health Coalition, entrevistou cerca de duas mil pessoas em 145 municípios brasileiros sobre a lei do aborto.

Pesquisas

Na área de incentivo à pesquisa, a CCR, com o suporte da Fundação MacArthur, desenvolveu, desde 2003 a 2007, o Prosare - Programa de Apoio a Projetos em Sexualidade e Saúde Reprodutiva, que dá apoio financeiro a projetos de ONGs e instituições de ensino e/ou pesquisa com foco na intervenção social e na formação de agentes sociais e políticos no campo dos direitos sexuais e reprodutivos.

ASSUNTOS MAIS PROCURADOS

JUNTE-SE A NÓS

SAIBA MAIS